Social
Últimos assuntos
» [Atualização] Regras
por Um Hoje à(s) 1:24 am

» [Descrição] Área Leste de Konoha
por Um Hoje à(s) 1:22 am

» [Lista] NPC da Área Leste de Konoha
por Um Hoje à(s) 12:57 am

» [Lista] NPC do Posto de Guarda - Leste
por Um Hoje à(s) 12:56 am

» [Lista] NPC de Residências - Leste
por Um Hoje à(s) 12:55 am

» [Lista] NPC do Campo de treinamento
por Um Hoje à(s) 12:54 am

» [Lista] NPC da Reserva Zeroth
por Um Hoje à(s) 12:53 am

» [Lista] NPC da Praça Ino-Shika-Cho
por Um Hoje à(s) 12:52 am

» [Lista] NPC da Praça do Memorial de Pedra
por Um Hoje à(s) 12:51 am

» [Lista] NPC do Cemitério
por Um Hoje à(s) 12:49 am

Clima & Tempo

Primavera
Ano - X

Procurados

Nosso Banner
Código:
[url=http://umshinobi.forumeiros.com/][img]https://i58.servimg.com/u/f58/19/64/92/15/parcer10.gif[/img][/url]
Código:
[url=http://umshinobi.forumeiros.com/][img]https://i58.servimg.com/u/f58/19/64/92/15/parcer11.gif[/img][/url]
Parceiros

[Merlin] Filler Simples - Ao Shiro

Ir em baixo

[Merlin] Filler Simples - Ao Shiro

Mensagem por Um em Qui Jul 19, 2018 9:18 pm

Rinha Ao Shiro escreveu:Local: Desconhecido - Passado  
Objetivo Extra: Nenhum
Detalhes: Trauma relacionado ao passado de Ao Shiro
avatar
Um
S
S


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Merlin] Filler Simples - Ao Shiro

Mensagem por Ruller em Seg Jul 23, 2018 9:35 am

Uma Noite Quente


- Ajudem, por favor - Falava um homem com roupas esfarrapadas, ferido e com uma criança no colo. O homem estava cansado e sangrando, com ferimentos em quase todo seu corpo. No momento em que foi visto os aldeões da pequena vila corriam para ajudá-lo. O homem apresentava-se como Nokitora, um viajante que teve sua esposa morta por bandidos e agora estava em fuga juntamente com seu filho de apenas poucos meses.

~~~

O pequeno povoado acolherá Nokitora e seu filho de coração aberto, permitindo que eles criassem um lar naquele local, Nokitora e os aldeões ajudavam-se mutuamente, pois o homem parecia entender muito sobre técnicas ninja, criando barreiras e proteções para o vilarejo a medida que a pequena criança crescia.

~~~

- Yukiko, o que acha de se tornar minha assistente? - Perguntava Nokitora a uma jovem da vila - Eu estou fazendo pesquisas e acredito que no futuro poderemos ajudar muitas pessoas com os frutos dela - O homem sorria gentilmente

E com um convite simples, Yukiko uma das jovens que viviam no povoado acabou se tornando a assistente de Nokitora, que ela chamava de Sensei.

~~~

O tempo passava, Nokitora e seu filho afastavam-se do povoado criando uma residência longe dos aldeões.

- Sensei, por que construir uma casa tão longe do povoado? - Perguntava a jovem Yukiko - É por causa das pesquisas? - Ela endagava
- Yukiko, eu me mantenho afastado não apenas por causa da pesquisa, mas também por que daqui posso observar o povoado e alertar a todos de problemas - Sorria o homem.

E Nokitora fez isso de fato, muitas e muitas vezes, salvando o pequeno povoado de ladrões, mercenários e até mesmo desastres naturais, graças a boa localização escolhida por ele para sua residência, uma alta colina. No entanto quanto mais tempo se passava, mais pessoas sumiam misteriosamente do vilarejo.

~~~

- Yukiko, Você não deve voltar a casa de Nokitora?! Ele é uma pessoa ruim! Não consegue ver? - Falava Komuri dos aldeões da pequena vila e também o líder daquele povo
- O que? O sensei salvou o vilarejo muitas vezes! Ele nos protege! As pesquisas dele vão salvar muitas vidas no futuro! - Falava Yukiko nervosa e saia batendo o pé

~~~

- Está tudo bem Yuh? - perguntava o pequeno Ao Shiro com apenas 5 anos.
- Não se preocupe Shiro, o pessoal do povoado não entende seu pai, eles não convivem com ele ou imaginam os benefícios da pesquisa que o sensei faz! - Ela falava entusiasmada
- Sério? Você acha mesmo que as pesquisas do papai vão salvar as pessoas? - Perguntava curiosamente a criança
- eu tenho certeza! - ela sorria animada - Você precisa se preparar viu Shiro, logo você que vai comandar as pesquisas do sensei - Ela passava a mão na cabeça do menino
- Eu? Claro que não Yuh, você é a aluna dele, você que vai tomar conta de tudo depois - Ele sorria, acreditando verdadeiramente em suas palavras
- Shiro, eu não passo de uma assistente, mesmo que eu queira e me esforce muito, nunca vou conseguir alcançar ele... Você é diferente, é muito inteligente! - Ela brincava passando a mão nos cabelos azuis da criança, bagunçando tudo - você é o herdeiro dele! Vai ser ainda melhor! - Ela se abaixava olhando na direção do menino - Só espere mais um pouco, você ainda é muito pequeno para entender essas coisas, mas eu acho que logo logo você começará a ajudá-lo também! - O olha de Yukiko para Ao Shiro era confiante, determinado e gentil.

~~~

- Papai, onde a Yuh está? Ela não veio hoje te ajudar? - Perguntava Ao Shiro ao pai, ele e a assistente haviam criado um forte laço, ela era uma das pessoas que o pequeno menino mais conviviam.
- Hoje não Ao, inclusive, não vá ao povoado hoje, fique aqui - Ele falava com uma expressão diferente da habitual, um pesar em seus olhos e voz davam um tom preocupado. Apesar de Nokitora buscar não transparecer isso a seu filho, o menino era muito inteligente e conseguia ler muito bem as pessoas, algo que veio com ele quando nasceu.

Sem muita demora, o menino esperava seu pai ir a oficina no fundos da casa e começava a correr em direção a vila.

- vocês viram a Yuh? - perguntava Shiro a algumas crianças que brincavam pelas ruas do povoado.
- Ela deve estar em casa!
- Não vimos ela não!
- Quer brincar Shiro? Estamos jogando bola!
- Depois! Eu vou ver a Yuh primeiro, já já eu volto! - Dizia Shiro animado para brincar, mas queria muito ver Yukiko e começa a correr em direção a casa da jovem

Algum tempo depois....

- Me mate Shiro! Por favor! - Falava Yukiko no chão enquanto vomitava sangue, ela estava estranha, fraca como se não tivesse energia. Seus olhos estavam fundos e pareciam não possuir vida - Eu, eu quero pegar o seu...o seu chakra! Por favor, me mate! Não vou conseguir me segurar por muito tempo - Ela falava enquanto gemia de dor. Era estranho, ela estava magra, era como se sua carne tivesse "muchado", era praticamente pele e osso...

Algum tempo depois ...

- Komuri! Komuri! - Ao Shiro batia na porta do líder do povoado - A Yukiko! Ela está ruim, por favor ajude! - Ele clama aos prantos com lagrimas escorrendo.
- O que? O que houve? - Ele chamava os outros aldeões e seguiam para a casa da jovem - Shiro, fique aqui por favor, nós voltaremos já já - Komuri deixava o garoto em sua casa e seguia com os restantes dos aldeões.

Algum tempo depois, Komuri voltava correndo para sua casa onde Shiro estava. O menino observava o homem da janela. Ele estava ferido e era perseguido por outros aldeões que pareciam estranhos, estavam fracos, magros é muito raivosos. Antes de chegar a sua casa, Komuri era pego e atacado. Em instantes, os aldeões que o atacaram ficavam mais fortes, como se drenassem sua energia e Komuri no chão se levantava fraco, mas já não era mais Komuri, era algo diferente, algo que parecia tomar o corpo dele... Ele e os aldeões começavam a vagar...

Olhando da janela Shiro se apavorava. Ele ouvia batidas na porta, murmúrios que nem pareciam humanos. Ele a trancava em desespero, mas uma das janelas era quebrada por um dos aldeões. O menino corria da casa pela porta dos fundos, mas no caminho até sua própria casa ele era cercado. Vários aldeões, todos com aqueles mesmos sintomas. Eles não estavam se quer conscientes, eram como mortos, mas estavam vivos! Os aldeões estavam feridos e praticamente só pele e osso, sedentos por alguma coisa, sedentos por Ao Shiro, ou melhor pelo que o menino tinha que eles não possuíam mais, Chakra.

O menino chorando pedia socorro e tentava fugir, mas para uma pequena criança era impossível fugir.

Um dos aldeões atacava, mas antes de se quer tocar o menino uma lança surgia atravessando a cabeça do mesmo. Em seguida uma mulher surgia retirando a lança da cabeça do aldeão, todos os outros voltavam-se para a mulher e a atacavam, mas com uma maestria incrível ela decepava cada um deles e em seguida apontava a lança para Ao Shiro que no chão tentava se afastar em prantos.

- Não me mate! - ele gritava - O que aconteceu com eles? Quem é você? - ele perguntava entre choros e berros de angústia.
- Eles são frutos de experiencias ruins de um homem louco, um cientista maligno...Olhe só o que ele fez... - Ela falava.
Automaticamente Shiro pensava em seu próprio pai - Um cientistas maligno? - ele perguntava
- Sim, ele usou duas Kekkei Genkais raras para criar essas coisas, ela infecta um por um, drenando o chakra de cada um deles e espalhando o controle sobre essa "doença", si é que podemos chamar assim ... É mais como uma maldição - ela terminava
- Quem...quem é você? - ele perguntava
- Eu sou Scathach, uma mercenária... Fui contratada para eliminar o homem que esta por trás disso - Ela falava encarando a criança
- Eu sei onde ele está... - Shiro falava se levantando - Mas, mas tem uma barreira muito forte, você não vai conseguir passar por ela... Mas eu posso - Ele completava estendendo a mão

Algum tempo depois...

- Papai! Papai! - Shiro entrava em casa e encontrava seu pai arruma do suas coisas e as de Shiro - A vila, está um caos! Tem um monte de gente se matando - Ele dizia com lágrimas nos olhos
- Estão se matando? Então foi um fracasso - Falava Nokitora
- um..um fracasso? - Ao Shiro arregalava os olhos, ele não acreditava que era seu pai que fazia aquelas coisas, mas diante daquela declaração, agora era um fato.
- Sim, eles são meu experimento, mas se estão se matando e não me obedecendo então foi um fracasso - Continuava Nokitora - Estou arrumando suas coisas, peguei o que quer levar e vamos embora, terei de começar tudo de novo em outro lugar - Falava Nokitora virando- se de costas para Ao Shiro e terminando de arrumar as malas.
- Pai - Shiro chamava. quando seu pai se virava, o pequeno Shiro fincava uma lâmina no estômago de Nokitora, seu próprio pai.
- Shi- shi-shiro? - ele falava cuspindo sangue. Mas o menino não parava, ele empurrava o pai que caia na cama sobre as malas, Shiro montava nele e com a lâmina esfaqueava incansavelmente o pai, no estômago, no peito e até mesmo no rosto enquanto gritava e chorava.

- Chega - Scathach segurava a faca na mão de Shiro fazendo ele parar - A Barreira não era nada do que você me falou - Ela fazia uma pausa com uma expressão de piedade e dó
- Ele era uma pessoa ruim, ele era ruim - Falava Shiro em uma espécie de apatia ou transe - Ele matou todos da aldeia, ele...ele acabou com a Yuh, o senhor Komuri, com.. - Ela o interrompia puxando- o para perto e o abraçando
- Mas ainda sim, é um motivo péssimo para um menino matar o próprio pai -

~~~

- Eles vão ficar bem? - perguntava Shiro - Eles serão salvos? - Ele olhava para Scathach
- Eles ficaram melhores agora, ficarão em paz - Ela dizia enquanto ambos saiam do povoado de mãos dadas.

A lua brilhava no céu junto as estrelas, Ao Shiro e Scathach caminhavam lentamente saindo do vilarejo...O vilarejo, ardia em chamas atrás deles.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Merlin] Filler Simples - Ao Shiro

Mensagem por Um em Ter Jul 24, 2018 10:37 pm

Aprovado
Filler classificado como Rank D, poderia ser melhor classificado caso houvesse uma descrição mais detalhada dos acontecimentos, do jeito que estão parecem "Flashback's". Gostei de como o pai do personagem foi apresentado, sendo um cientista, mas gostaria de ter visto mais dele em "cena"
avatar
Um
S
S


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Merlin] Filler Simples - Ao Shiro

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum